domingo, 18 de julho de 2010

Do Grego Strategia 03: Settlers of Catan

Antes de mais nada , como o artigo ficará mais longo do que o usual, vou preparar um índice para a pessoa pular diretamente para o ponto em que quiser ler.

1. Introdução: Como os jogadores mais experientes são beneficiados.
2. Catan em números
3. A importância da abertura
4. Estratégia A: Pedra/Trigo
5. Estratégia B: Madeira/Tijolo
6. Estratégia C: Efeito Reativo no Catan
7. Negociação
8. Conclusão

1. Introdução

Com o campeonato organizado pela Adriane/Ludus, muito se discutiu sobre o Catan e sobre a influência teoricamente gigantesca da sorte no jogo. Meu objetivo com esse artigo é tentar mostrar à galera gamer como é possível mitigar a sorte e como um bom jogador ganhará muito mais do que perderá independente da rolagem dos dados (algo que discutirei posteriormente no Stone Age).
Toda a análise é feita usando as mesmas regras do torneio, leia-se, você coloca dois settlements sem nenhuma cidade no setup inicial e pensando em uma partida de 4 jogadores.

2. Catan em números

2.1 Probabilidades nos dados. Acredito que a maioria das pessoas com alguma experiência em jogos já sabe disso mas ao rolar dois dados, eis a probabilidade de sair cada número:

2 e 12: 2,78% (1 "dot" em 36)
3 e 11: 5,56% (2 "dots" em 36)
4 e 10: 8,33% (3 "dots" em 36)
5 e 9: 11,11% (4 "dots" em 36)
6 e 8: 13,89% (5 "dots" em 36)
7: 16,67% (6 "dots" em 36)

Ou seja, os números "em vermelho" no Catan são justamente aqueles com maior probabilidade de sair. (Não que isso tenha sido muito verdade na etapa carioca mas os números não mentem!).

2.2 O Deck de cartas:

Soldado – 50%
Monopólio – 10%
Duas estradas – 10%
Dois recursos –10%
1 VP –20%

Ou seja, em um deck típico de 25 cartas, 5 são vps, 11 soldados e 3 das demais (depende da edição mas acredito que essa seja a configuração da edição sendo usada no torneio.

2.3 Os recursos: No tabuleiro do campeonato , existem 4 tiles para cada madeira, trigo e ovelha, 3 para pedra e barro e um para o deserto.

Três das quatro possibilidades de construção usam trigo (carta, cidade e settlement).
As demais são usadas em duas das quatro possibilidades sendo que:
Você precisa de 3 pedras para a cidade
Você só precisa de 1 de cada no caso de ovelha/madeira/barro.

Trigo e Pedra são usados conjuntamente em 50% das construções possíveis. Assim como Madeira/Barro. E a ovelha sempre aparece com o trigo.

O que esses números dizem , discutiremos com mais detalhes nsa sessões 3 e 6.

2.4 - Pontuação

É possível fazer um máximo de 7 pontos sem usar madeira/barro. 5 de cartas em vp e 2 do largest army. Como a chance de pegar VP é de 1 em 5 , você precisa de 80% do deck para pegar os 5 e consequentemente garantiria também o largest army. Isso custaria 60 recursos. Se você for muito sortudo e pegar 5 vp e 3 armies em 10 cartas, você gastaria 30 recursos. Com os dois settles iniciais, seriam 9 pontos.

É possível fazer um máximo de 7 pontos sem usar pedra. 5 pontos com 5 settlements e 2 pontos com a largest road.

Sessão 3:

Eu digo, sem medo, que pelo menos 40% das suas chances de vencer estão depositadas no seu setup inicial. E nesse ponto, passaremos a usar a palavra-chave para um bom jogador de Catan: Capacidade reação.

Quais pontos você precisa analisar?

3.1 Disposição inicial do mapa (considerando apenas os números):

Como o setup random impede que um 6 e 8 fiquem na mesma interseção, o cenário ideal deve conter mais de 10 "dots" (conferir na seção "Catan em números). Consequentemente, um lugar com um 6 ou um 8 , ocupando uma interseção tripla (não-costeira) + 4-8 dots é o cenário ideal para o seu jogo. Existe uma segunda corrente que defende a "diversidade númerica", ou seja, você ter acesso à variedade ao invés de concentração. Nesse 2º cenário, um setup inicial com acesso a 4,5,6,8,9,10 é considerado o ideal ainda que pouco realístico considerando que a mesa tenha um nível razoável para bom em termos de experiência no jogo. Estatisticamente, você consegue obter melhores resultados com a concentração númerica, no entanto, está mais sujeito ao handicap de 8+ cartas na mão, o que deixaria o seu jogo mais arriscado e menos consistente. No cenário em que a vitória é determinante (como as semi-finais do campeonato) , a concentração toma precedência, em um torneio, onde o tiebreaker está na sua pontuação, a diversificação toma precedência. Isso , no entanto, vai depender da sua posição no torneio (só a vitória interessa/preciso pensar no tiebreak) para determinar qual a melhor rota.

3.2 Disposição inicial do mapa (considerando apenas os recursos)

As combinações mais produtivas de recursos são: Trigo/Pedra, Trigo/Ovelha, Madeira/Barro e Ovelha/Pedra, não necessariamente nessa ordem mas em função do que você pode comprar.
Interseções com essa "dupla" devem ser os lugares mais visados do tabuleiro justamente para você, no seu turno, ter uma combinação boa o bastante para manter-se sempre com poucas/nenhuma carta na mão, evitando assim ser alvo do ladrão.

3.3 Outras considerações:

Haverá escassez de algum recurso?

Um recurso mal posicionado no tabuleiro (por exemplo , 3, 10 e 11) ou com apenas um spot razoável (6,3,3) pode gerar valorização do bem escasso ou ainda, monopólio do mesmo. Isso pode ser levado em consideração para possíveis trocas de 2:1 em determinado momento do jogo quando houver a valorização do recurso escasso. Quebrar o monopólio também é fundamental.

Haverá excesso de algum recurso?

Por exemplo, um recurso com 15+ pontos em dots, provavelmente será produzido em larga escala, valorizando o próprio porto e o 3:1. E subvalorizando o mesmo para troca. Considere o porto do mesmo como sua primeira expansão.

Quais serão meus três recursos iniciais?

Madeira/Barro podem gerar uma estrada instantânea, viabilizando acesso à porto e/ou à um segundo settlement bem rápido. Trigo/Pedra podem gerar uma cidade bem cedo e/ou uma carta de development.

Para onde expandir?

Um pouco menos relevante mas de toda forma importantíssima é a alocação das estradas iniciais. É possível uní-las para a minha longest road? Elas apontam para o porto? Qual a chance de eu ser bloqueado por outros jogadores com produção mais intensa de madeira/barro do que eu?

Como farei meus 10 pontos?

É claro que , ao longo do jogo, em função das rolagens, bloqueios e afins, muito irá mudar mas você precisa pensar de onde virão seus 10 pontos. Não criou um bom spot de pedra? Tentarei longest road/5 settlements , um bom porto , 1/2 cities e 1/2 pontos de carta. Não criou um bom spot de madeira/barro? Expandirei pouco, tentarei fazer 3/4 cidades , largest army/1-2 pontos de carta.

Resumindo: Como o setup é aleatório , assim como a alocação dos números, reaja ao mesmo. Tente obter 10+ dots por settlement e recursos que funcionem juntos como trigo/pedra e madeira/barro.

4. Estratégia A: Trigo + Pedra

Uma estratégia famosa no Catan é usar abusivamente de Trigo/Pedra para construir cidades e comprar muitas cartas de desenvolvimento.

Prós:
-Requer pouco "espaço". Em um jogo com 4 pessoas , o espaço é pouco e as possibilidades de ser "cortado" são muitas. Logo, você precisar de poucas estradas/espaço é um fator positivo pois você não fica sujeito à bloqueio.

-Funciona bem no early game. Com uma boa produção de trigo/pedra você consegue fazer uma cidade com relativa facilidade e rapidez, aumentando o retorno esperado do gasto que você teve, especialmente se a cidade for feita em uma interseção de trigo/pedra acelerando a sua estratégia.

-Bom poder de barganha. Pedra é um recurso que não perde valor ao longo do jogo e é mais escasso do que os outros (com apenas 3 tiles). Isso gera necessidade por ela durante todo o jogo (para comprar cartas de vp no late game e cidades no early game), conseguindo, a partir de determinado ponto do jogo, 2:1 com mais facilidade e sempre sendo visado.

-Anti-Ladrão. A tendência dessa estratégia é de comprar mais cavaleiros do que os demais. Tendo mais controle sobre o ladrão e bloqueando, de forma menos eficaz, seus recursos.

Contras:

Sorte. Você pode acabar comprando cartas de 1vp cedo demais (quando são ruins) ou cartas de +2 estradas no final do jogo (quando a Longest Road está definida). Ademais, é importante o favorecimento dos números. Uma estratégia de Trigo/Pedra não será viável se você não conseguir bons spots do mesmo no setup.

Runaway leader. A construção antecipada de cidades, a possibilidade de ter vp na mão e o Largest Army cedo , em geral, fazem com que esse jogador dispare na liderança. Isso pode gerar uma marcação mais forte em cima de você (com ladrão/bloqueio/embargo) e tirar/reduzir suas possibilidades de vitória.
Pró-ladrão. Essa estratégia é bem "marcável". Como há uma dependência muito grande de trigo/pedra e dificilmente sua produção será massiva ao ponto de você conseguir usar o porto 2:1 com eficácia (sendo mais útil para conseguir ovelhas), um ladrão bloqueando sua produção atrapalha e muito o jogador que está com trigo/pedra. Pior ainda se houver um monopólio, já que você será mais visado para ter cartas roubadas.

5. Estratégia B: Madeira + Barro (O Expansionista)

Prós:

-Maior acesso ao porto. Em um jogo de torneio, as negociações tendem a ser mais calculadas e até embargos são feitos com mais frequência. Dito isso, acesso ao porto (pela facilidade de fazer estradas/settlements) são fundamentais para a vitória.

-Stealth Mode. É possível "dar o bote" com essa estratégia. Como a Longest Road é altamente volátil (e é peça-chave na vitória do expansionista), você não precisa ser sempre o Longest Road. Você pode simplesmente se preparar para isso. Foi comum no campeonato vitórias com 1 vp na mão, 3 Settlements/2 cities e pegando a LR para fechar os 10 pontos. Uma virada a partir dos 7 pontos (quando ainda não se é tão ameaçador).

-Maior agressividade: O bom jogador usará estradas/settlements para cortar a expansão adversária. Usá-las para atrasar o adversário e bloquear rotas de expansão são tão importantes quanto lutar pela LR.

-Menos dependente de sorte. Como não é uma estratégia baseada na compra das cartas, você detém mais controle do jogo. Além disso, com a constante construção de estradas/trocas no porto dificilmente você será vítima do 8+ cartas.

Contras:

Early Game: Como não é uma estratégia voltada para o uso de pedra, fazer uma cidade é complicado e para construir um settlement, você ou priorizará portos ou não aumentará substancialmente sua produtividade, deixando você com um early game mais fraco. Em geral, tentar uma produção (ainda que secundária) de pedra ou priorizar trocas envolvendo-a, é uma forma de tentar balancear a ausência dela.

Espaço: Como já foi dito, há pouco espaço em uma mesa de 4 jogadores. Do mesmo jeito que você pode bloquear, outro expansionista pode disputar espaço com você , limitando sua LR e reduzindo os bons espaços.

Dificuldade: É uma estratégia muito mais "skill-intensive" do que a do Trigo. E menos passível de erros. O posicionamento dos settlements deve ser muito bem calculado. A possibilidade de "perder" a LR/retomar também. O seu "Big Turn" para dar o bote deve ser muito bem calculado e , mais importante, as últimas pedras para garantir as cities finais não costumam ser simples de conseguir.

6. Estratégia C: O Efeito Reativo no Catan.

A grande verdade é que no Catan não há um caminho pré-determinado para a vitória. Não é possível antes mesmo de começar você falar "vou fazer um pedra/trigo" ou um "madeira/barro". A engine de produção deve ser constante. Algumas considerações para botar em prática sua capacidade de reação:

A) Qual minha posição do tabuleiro? O primeiro jogador pegará o melhor spot , provavelmente inclinando para trigo/pedra e concentrando os números. O último jogador, por fazer as duas alocações, pode tentar aproximar os settlements e aproveitar suas duas estradas iniciais para a LR, fazendo de você um expansionista em potencial. O 2º e 3º jogador estão mais inclinados a jogar de forma consistente, com números variados, dependendo das escolhas alheias.

7. Negociação.

Um elemento fundamental do Catan é a negociação. É possível ganhar só fazendo troca com o porto, no entanto, é uma tarefa quase impossível. Além do mais, você pode ganhar/perder um jogo por fazer boas/más trocas.

Regras básicas de negociação:

-Por mais cruel que possa parecer, o seu alvo predileto para trocas será sempre o jogador que está atrás. Avaliar o potencial de vitória do jogador X (seja por experiência/setup/pontuação) é , de longe, o fator mais importante para realizar trocas.

-Observe a intenção da pessoa ao trocar. Se você tem a longest road e o sujeito quer 2/3 barros, provavelmente ele está tentando tomá-la. Se ele acabou de produzir ovelha/trigo/madeira no último ciclo e pede barro , quer um settlement. Onde ele vai construir?

-Todos os recursos são importantes. Principalmente os que você produz menos. Só faz pedra no 3 e 10? Não troque! Mesmo que não esteja precisando agora. Observe o estágio que o jogo está. Early game é fundamental expandir. Late game, coibir a compra de cartas dos oponentes pode separá-lo da vitória/derrota.

Faça trocas 2:1 se isso fizer você reduzir sua mão abaixo do limite de 7 e/ou for crítico para construção de uma cidade/settlement e/ou um recurso cuja produção seja baixa para você. Tente aliar esses fatores.

-Não troque com pessoas com 7 pontos + carta ou 8 pontos. Uma troca com essa pessoa pode significar vitória imediata dela. Observe , ainda se ela vai chegar a 7/8 pontos com essa troca e como está a situação dela no jogo ao chegar aos 7/8 pontos. Avaliar o potencial de pontuação do adversário é fundamental para vencer em Catan

-Observe a sua posição relativa na mesa. Trocar com alguém que está jogando sentado à sua esquerda significa que há mais chances de você ser roubado/monopolizado na vez de outro jogador.

-Use a troca para aferir potencial de Monopólio. Na ansiedade de jogar a carta, não vemos o que o oponente tem. Numa jogada mais excusa, ofereça por exemplo , pedra. Depois use monopólio para retomar suas pedras.

8. Conclusão

O Catan tem sim sorte nos dados. Não adianta monopolizar o 6 e só sair 4. Ou sair uma enxurrada de 12's e você ficar a ver navios. Alguém pode comprar todos os vps muito rápido. Há um spot muito bom e você é o último a escolher.
A ideia desse DGS é tentar mostrar aos gamers que torcem o nariz para o Settlers como essa sorte pode ser mitigada. Lembre-se que, com 4 rounds, não é possível dar azar nos 4. E possívelmente, com duas vitórias você está assegurado entre os 16 finalistas.
Extra-campeonato, tenho certeza de que 10 partidas disputadas entre experientes/novatos, os bons jogadores de Catan ganharão, pelo menos, 70-75% das vezes. No RJ, dos 6 pré-qualificados, 3 são gamers de longa data e os outros três estão com mais de 20 partidas de Catan debaixo do braço.
Com a importância extrema do setup e a necessidade de reagir, constantemente, às mudanças do jogo, tenho certeza de que o Catan, de modo geral, será muito menos decidido no dado do que parece.

5 comentários:

  1. E aí, Fel! Fico feliz pelo retorno do seu blog.
    Este conteúdo diferenciado estava fazendo falta ao cenário lúdico nacional... hehe
    Interessantes suas colocações sobre o Catan, pois também sou um dos que torcem um pouco o nariz para ele. Apesar de fazer parte da minha coleção, só joguei 3 partidas até hoje. Da próxima vez que jogá-lo, tentarei lembrar deste post e ver o Catan com outros olhos... rs
    Abs
    Leandro

    ResponderExcluir
  2. Em ritmo de campeonato, Fel Barros dá a dica!

    Como foram as eliminatórias?

    Quem passou ganhou a fase carioca?

    ResponderExcluir
  3. Fala ae Fel... até que vim tirou o pó do blog hein....Excelent post.

    abs

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, vai me ajudar muito, joguei apenas umas 15 partidas, e vários fatores que li me levaram a derrota em algumas delas, porém ainda digo que a sorte tem 50% no jogo.

    ResponderExcluir
  5. Utilidade pública. Catan foi uma parte da diversão em família nesse carnaval/2017.

    ResponderExcluir